Meu direcionamento atual e as inteligências com as quais tento trabalhar hoje só foram possíveis pelos ensinamentos, bondade e paciência de meu professor Lama Padma Samten, que abriu o caminho para as práticas de estabilidade, sabedoria e compaixão dos budas e bodisatvas.

Agradeço também todas as linhagens que mantém viva e disponível a possibilidade da iluminação completa. E especialmente os professores e professoras do Dharma que tive a sorte de encontrar presencialmente: Lama Alan Wallace, Mingyur Rinpoche, Jetsunma Tenzin Palmo, Tenzin Wangyal Rinpoche, Phakchok Rinpoche, Dzigar Kongtrul Rinpoche, Lama Zopa Rinpoche, Matthieu Ricard, Chögyal Namkhai Norbu, Dzongsar Jamyang Khyentse Rinpoche, Lama Tsering, Chagdud Khadro e Sua Santidade o Dalai Lama.

Pela formação de três anos, me capacitando a oferecer intensivos de TaKeTiNa no Brasil, agradeço Reinhard Flatischler (criador do método) e Cornelia Jecklin.

Agradeço imensamente também o apoio de minha parceira Isabella Ianelli, de Jeanne Pilli, Denise Barranco, Inez Campos, Stela Santin, Marcia Baja, Henrique Lemes, Marcelo Nicolodi, Mariana Aurélio, Eduardo Pinheiro, todos os praticantes ligados ao CEBB e também de outras sangas, de Eduardo Amuri, Fábio Rodrigues, Polliana Zocche, Guilherme Valadares, Felipe Ramos, de Bruno Ribeiro, Vanessa Krauskopf, Pati Passoni, Ian Black, Jeanne Callegari, Ana Thomaz, Mary Kogen, Lu Horta, Fernando Barba, Malu Maia, Jairo Viviani, de minha irmã Claudia, de meu irmão Alexandre Junior, de meu primo Bruno, de minha tia Benê, de meus pais Alexandre e Maria José, de meus avós, das várias pessoas que se alegram com minha vida e das incontáveis outras que já me ajudaram de algum modo sem saber.

Ciclo de 35 pulsos: polirritmia 7 contra 5

bg-teste.jpg

Estava brincando com o Audacity, sobrepondo várias camadas rítmicas, e acabei gravando uma polirritmia 7:5 (7 contra 5). Não é algo musical, mas penso que serve bem a quem deseja treinar algo inusitado e ter uma base para alternar improvisos em 5 e em 7 numa mesma música, algo bastante raro.

Fiz uma base tradicional vocalizada em 7 apoiada por algumas batidas num tar pequeno e agudo, depois caxixi marcando em 5, outro em 7 e uma segunda voz entrando com frases em 5 (também apoiada pelo tar). Relevem os erros de sync porque minha edição no Audacity não foi nada cuidadosa. Vejamos como fica a notação disso (“x” é acento):

Voz e tar em 7:

|| 1__2__3__4__5__6__7 ||
|| ta ke di me ta ki ta||
|| x__-__x__-__x__x__- ||

Caxixi principal em 5:

|| 1__2__3__4__5 ||
|| x__-__x__x__- ||

Voz em 5 (ciclo duplicado, se o de cima é colcheia, aqui vocalizo semicolcheia)

|| 1__2__3__4__5__| 1__2__3__4__5 ||
|| ta ki ta ki ta | ta ki ta ki ta||
|| x__-__x__-__-__| x__-__x__-__- ||

Caxixi em 7 (ciclo duplicado, fica nítido apenas ao fim da gravação, também semicolcheia):

|| 1__2__3__4__5__6__7__| 1__2__3__4__5__6__7 ||
|| ta ki ta ki ta ki ta | ta ki ta ki ta ki ta||
|| x__-__x__-__x__-__-__| x__-__x__-__x__-__- ||

É claro que tudo isso só se cruza depois de 35 tempos, uma puta jornada para quem está acostumado com os 16 tempos tradicionais de 80% das músicas! Para os ocidentais, o compasso total é de 35/8, composto por 5 compassos 7/8 tocados simultaneamente com 7 compassos de 5/8. Ou, para ser mais simples, um ciclo grande 35 composto por 7 ciclos de 5 e 5 ciclos de 7 simultâneos, formando a polirritmia.

Ouça e treine comigo:

5 sobre 7

Se não estiver visualizando o player, baixe o MP3.

Eu passaria um dia inteiro só me perdendo dentro desse ciclo!

5 comentários

  1. This is a fantastic recording and notation. Wow, I’m incredibly impressed. Well done and thanks for sharing it.

  2. Eu nâo tive tempo de praticar mas gostei muito
    Abrços.

  3. Olá, pessoal
    sou musicoterapeuta e há muito tempo pesquiso elementos bantos e yorubás n músca brasileira. E adorei o site. Grande abraço.

  4. a música evolui a cada dia / algumas pessoas saem primeiro.Parabéns pelo seu trabalho!!!

  5. olá gustavo… muito massa o seu blog… voltei da oficina do Taketina hoje e entrei aqui pra quebrar um pouco a cabeça! Valeu por compartilhar! Takitakitatá!
    abraço!

Comments are now closed for this article.

Arriba!